O homem mais feliz do mundo

Cientistas americanos conseguiram convencer Matthieu Ricard a deixar o seu retiro espiritual em um monastério budista no Nepal para a realização de alguns testes científicos.

O cérebro do francês nascido em 1946 foi conectado a 256 sensores, que analisaram nível de estresse, irritabilidade, enfado, prazer, satisfação e outros parâmetros. Bem, o resultado: o sujeito que um dia decidiu renunciar a qualquer bem material e ao sexo - acredite você! - foi declarado o homem mais feliz do mundo!
Ricard dá palestras ao redor do mundo e estuda os efeitos do treinamento da mente no cérebro. Para ele, o grande pecado dos outros homens é que eles deixam que o definam pelas coisas que eles podem comprar, pelo título que têm no trabalho ou pelo número de amigos que somam no Facebook.

O budista, que é Ph.D. em genética molecular, é o tradutor para o francês do Dalai Lama, é escritor best-seller e fotógrafo. O grande Henri Cartier-Bresson disse do trabalho de Ricard: "A vida espiritual de Matthieu e sua câmera são uma coisa só, da qual jorra essas imagens, efêmeras e eternas".O homem mais feliz do mundo também recebeu a Ordem Nacional Francesa do Mérito por seu trabalho humanitário no Oriente.

Vamos lá: O que faz você feliz?

Visitantes online

Bandeirinhas do Inusitados

free counters

  © Notícias Inusitadas - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo