Homem sobrevive após despencar por mais de 1.200 metros de altitude

Um praticante BASE jumping sobreviveu a uma queda de 1.200 metros de altura depois que a base que o sustentava se desmontou antes dele saltar de um penhasco, na Noruega.

Richard Henrisken fazia a façanha para um programa de TV quando a barra, de repente, desabou, fazendo-o cair em queda livre. Um vídeo do acidente mostra o exato momento da queda. Nas imagens, vemos que Richard chega a completar uma volta sobre a base, mas cai em sequência.

O apresentador do Are Sende Osen, que gravava a façanha para a rede de TV NRK, disse que todo mundo levou um enorme susto no momento. Surpreendentemente, Henrisken não caiu tão próximo do penhasco e conseguiu abrir o ppára-quedas durante sua queda.

O praticante de BASE jumping disse que a gravidade da situação só lhe veio a tona quando estava emc asa brincando com seus filhos. "Eu estava sentado com os meus dois filhos mais novos, lendo e cantando para eles. Então, me dei conta de que meus filhos poderiam ter ficado sem o pai", disse ele.

Diferente do bungee jumping, onde o atleta salta com o auxílio de uma corda, no BASE jumping, o base-jumper salta de superfícies altas sem estar fixo em uma base, usando-a apenas como elemento de projeção. Para esse tipo de atividade, faz-se necessário o uso de um pára-quedas apropriado para aberturas a baixas altitudes.

A taxa de mortalidade dos praticantes desse esporte é altíssima, por isso ele é proíbido em diversos paises. A Suíça, por exemplo, é um dos poucos países em que a prática é liberada legalmente. As informações são do Orange News.

Veja o vídeo:

Visitantes online

Bandeirinhas do Inusitados

free counters

  © Notícias Inusitadas - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo